Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.

ATIVOS

Cafeína, da chávena ao cabelo

Somam legiões, os champôs de cafeína ocupam as estantes de salões e revolucionam a oferta dos cosméticos capilares. Cientificamente, o café oferece um parapeito válido contra a queda e até pode chegar a engrossar o cabelo fino


24/11/2023

Qualquer leitor a que este título tenha chamado a atenção e que padeça de tensão baixa, saberá que para o café é um milagre de vida. Anima e coloca em forma, renovando-lhe as energias.

Pois é aqui que ao parecer, a cafeína atua da mesma forma com o cabelo, detém a sua queda e até engrossa o que é fino.

Estudos epidemiológicos

Recentemente um estudo científico realizado pela Universidade de Lübeck, Alemanha, e publicado no International Journal of Dermatology, revelou que a cafeína pode estimular o crescimento do cabelo e prolongar o seu ciclo de vida. Esta substância é a responsável por bloquear os efeitos da hormona DHT, que atua dentro dos folículos pilosos provocando a morte das células que produzem os cabelos e por consequência provoca a queda dos mesmos.

Além disso, e depois do estudo conclui-se também que os folículos pilosos femininos são mais sensíveis e respondem mais rapidamente ao tratamento com cafeína que os masculinos. "Quando fizemos a experiência de aplicar a solução de cafeína nos folículos pilosos frágeis, observamos que a velocidade do crescimento aumentou 25%", explicou Tobias U. Fischer, dermatólogo da Universidade de Lübeck.

A cafeína também promove o fluxo sanguíneo ao interagir com os folículos pilosos, o que melhora a distribuição dos nutrientes nos fios. Portanto, o estimulante oferece um benefício adicional ao fazer com o cabelo cresça muito mais forte e saudável, e também evita que se quebre. As propriedades antioxidantes da cafeína, por sua vez, ajudam a combater o envelhecimento prematuro dos cabelos.

Estudos em relação a isto há muitos, e desde há muito tempo. Um deles, dos primeiros, realizado em 2007 pela revista “Dermatologia”, liderado pelo Dr. Tobias Beecher, determinou que as mostras de folículos pilosos que foram expostas a diferentes doses de cafeína, manisfestaram uma taxa de crescimento significativo nas 24 horas posteriores à exposição. Um efeito que se prolongou durante pelo menos 8 dias numa percentagem estimada de 33% e 40% dos casos.

Na sua justa medida e formato

As doses terapêuticas de cafeína empregada nos estudos anteriormente mencionados equivalem a uns 6000 mg. Assim, ingerir estas doses por via oral torna-se impossível para qualquer pessoa porque requereria beber entre 50 e 60 chávenas de café diárias. As consequências para a saúde seriam nefastas. O modo de se utilizar a cafeína na cosmética capilar, em champôs de cafeína ou soluções tópicas baseadas na mesma.

As soluções tópicas capilares de cafeína e os champôs com o dito composto popularizaram-se no mercado como tratamentos complementares na queda do cabelo. A cafeína absorve-se assim rapidamente por via tópica atuando diretamente sobre o folículo piloso e estimulando o crescimento do cabelo sem os efeitos secundários derivados da sua ingestão oral, que incidem negativamente nos nossos órgãos quando se toma em excesso.

Há que ficar claro que, “tomar uma chávena de café de manhã não tem nenhum efeito sobre o crescimento do cabelo”, como aponta L’Oreál. A melhor opção é efetivamente utilizar “produtos que contenham cafeína, como o shampoo, condicionador, tónico ou leave-in, elaborados com esta substância e massajaro couro cabeludo durante a sua aplicação sobre o cabelo”.

Em resumo, a cafeína em apresentações tópicas como soluções capilares e champôs de cafeína, poderiam tratar-se como um tratamento coadjuvante complementar para travar a queda de cabelo e contribui para a estimulação do seu crescimento.

Além de tudo isto, os especialistas enumeram o global e adicionado de outros efeitos destacados do café para o cabelo:

  • Previne a queda.
  • Estimula o crescimento.
  • Fortalece o cabelo.
  • Escurece e esconde grisalhos.
  • Dá suavidade.
  • Dá brilho.
  • Exfolia o couro cabeludo.
  • Fragrância agradável.

Por isso, passar o café para shampoo e tratamento é um seguro de vida para o cabelo. Algo a ter em conta quando se trata de salões e profissionais cabeleireiros que desejam exercer o seu trabalho como prescritora de tratamento e recomendação de compra no seu estabelecimento.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Enviar a un amigo
  • Compartir en WhatsApp
Recebe-a totalmente grátis todas as semanas no teu correio eletrónico!

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.

Anúncios de empresa

ad
Empresa de vanguarda no setor estético, com implantação internacional em mais de 40 países. Procuramos distribuidores para zonas livres em Espanha e Internacionais.
Se tens uma profissão na área da estética, temos para ti o material de desinfecção e descartáveis que tanto precisas para cuidares bem das tuas clientes. Temos também, vestuário para esteticista ou cabeleireira e calçado adequado à tua profissão.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Forte Pro 2020L - Secador ultraligeiro, potente, eficiente