Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness
BM Cabeleireiro > Cabeleireiro > Eduardo Sánchez

TENDÊNCIAS EM MODA PARA O CABELO

Ginger Beer, um vermelho de inverno

Do Dark Cooper ao Ginger Peech, o vermelho tinge de calorosas oleadas carmesim da nova temporada, e agora fá-lo com a entrada do Ginger Beer, um vermelho multidimensional que desprende luz e cálidos reflexos de outono e inverno


21/10/2019

Com a chegada do outono as cores ocre da paisagem, e dos cabelos, Ginger Beer é o gastronómico nome do novo tom de tendência, a cerveja de gengibre que descreve a perfeição desta "tonalidade multidimensional que adiciona luz e calidez ao rosto", explica o estilista Eduardo Sánchez.

"Trata-se de um tom caoba com matizes cobriços e não tão dourados como os que se usaram até agora. Uma cor com efeito 3D que se consegue graças à aplicação de madeixas muito subtis que se entrelaçam e proporcionam movimento e leveza".

Um trabalho de base

O vermelho recupera toda a sua força e protagonismo do passado e volta a estar na moda entre as utilizadoras.

Do vermelho, falámos e muito nas nossas páginas, dando entrada a tendências como o Ginger Peach, por exemplo. Agora, na lista de propostas soma-se o Ginger Beer, mas este sim, vermelho como o resto, acrescenta determinadas qualidades, próprias e diferenciadoras.

Assim, o Ginger Peech necessita de um determinado e característico processo de elaboração, diferente do resto de vermelhos de temporada. "Para alcançar um tom bonito e profundo, deve trabalhar-se a cor desde a base, não deve ser um trabalho unicamente de madeixas. Primeiro trabalha-se a base e depois realiza-se um balayage de madeixas muito subtis, adaptadas ao corte e à pele, olhos, etc... que adicionam profundidade e dimensão ao cabelo", explica Eduardo Sánchez de La Maison, templo da beleza em Madrid.

"Trata-se de uma tonalidade que volta a confirmar que os cobriços chegaram já há algum tempo para ficar independentemente da estação em que nos encontramos. Todos valem, do mais profundo e intenso ao mais subtil".

Especialmente recomendado

Em peles brancas e olhos em tons verdes e cinzentos.

Não obstante, cabe destacar que o Ginger Peech, como qualquer vermelho, é uma cor de alta manutenção. É o tom que se perde com maior facilidade e mais se oxida, há que retocar a cor como máximo a cada quatro semanas.

É imprescindível a utilização em casa de cosmética capilar com pigmentos que reponha os tons cálidos e mais vermelhos, que são os que se perdem com maior rapidez.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Enviar a un amigo
  • Compartir en WhatsApp
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
SALÓN LOOK - Look to the Future - Professionals Meetings
SALÓN LOOK - Look to the Future - Professionals Meetings