Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
BM Cabeleireiro > Cabeleireiro > Túnel Carpiano

Artigos técnicos

O síndrome do Túnel Carpiano

Esta doença provoca dor crónica e limitação de movimento da mão, o que pode supor um grande problema para um stylist e inclusivamente obrigar-lhe a abandonar a profissão


  • Subscreve a newsletter da Beautymarket Informa.
  • Bloggs Salons 

    Anne Veck 

    Rainbow Room Int. 

    Manuel Mon Estilistas 

    Vivienne Mackinder 

    Julie Vriesinga 

    Matthew Morris 

  • x

    MERCHADISING

    10 conselhos para vender mais no teu salão de cabeleireiro

    Os teus cosméticos pernoitam nas estantes a todas as horas? Dá-lhes vida e coloca-os em movimento com estes 10 conselhos comprovados pela ciência do merchandising

  • x

    RECOMENDADO

    Parlux ALYON Red, paixão pelo trabalho profissional

    Uma nova versão da cor mais apaixonada: o vermelho, uma cor clássica e potente para um secador profissional e inovador

  • x

    COSMÉTICA CAPILAR

    éclat Gloss, o brilho definitivo

    Já conheces éclat, coloração semipermanente de pH ácido que transforma a cor num tratamento. Agora apresentamos-te éclat Gloss, um dos serviços no salão de cabeleireiro para dar uma dose extra de brilho

  • x

    COR PARA O CABELO

    Sens.ùs Holi Demi Permanent Color, fabulosas cores em óleo de tonalidades vivas e brilhantes

    Com Deva-Plex, o complexo de ingredientes naturais que gozam do poder de restaurar o cabelo e torna-lo hidratado e luminoso. Um complexo de ativos de Sens.ùs que devolve e consegue reflexos extraordinários

  • x

    NOVOS INGREDIENTES

    Polímeros biodegradáveis para o cabelo Solvay, benefícios superiores

    O especialista em polímeros de origem natural Solvay acrescentou dois novos polímeros biodegradáveis, formulados a partir de feijões, a sua gama Jaguar, de múltiplas e superiores propriedades para o cuidado capilar, sustentáveis para o planeta

  • x

    REDES SOCIAIS

    Como o Pinterest pode ser a tua melhor rede social, cabeleireiro(a)

    Mais visual que nenhuma, admitindo múltiplos laços segundo sejam os teus interesses e o mais importante, sem seres escravo! Pinterest é a grande descoberta de penteados, estilos e cabeleireiros para próprios companheiros e clientes 'capturados'

  • concurso beautymarket.pt cabeleireiro

    CONCURSO BEAUTY MARKET CABELEIREIRO

    Beauty Market e Parlux presenteiam 6 secadores do novo Parlux Alyon, o best seller dos secadores

    Uma nota alegre e adicional que inspira a melhor positividade e criatividade nos cabeleireiros

09/06/2017

tunel carpiano São muitas as doenças que um cabeleireiro pode sofrer por causa da sua profissão, e se a maioria delas podem estar relacionadas com um contacto continuado com substâncias químicas, uma boa parte delas surge também por causa do esforço físico. É o caso do Síndrome do Túnel Carpiano, uma doença que foi relacionada com trabalhos informáticos, mas que é na realidade afeta muitas profissões e estendeu-se muito entre os cabeleireiros.

O síndrome encontra-se em aproximadamente 10% da população adulta, sendo mais comum nas mulheres, já que é causada por movimentos repetitivos e esforços posturais da mão. Ainda que exista tratamento e se possa recorrer a cirurgia para os casos mais difíceis, os tempos de baixa e a dor provocam muitos problemas a quem sofre desta doença.

O que é o Síndrome do Túnel Carpiano?

O Síndrome do Túnel Carpiano é uma neuropatia periférica, ou seja, uma doença que afeta os nervos que levam a informação desde o cérebro e a medula espinal até aos membros.

O túnel carpiano é um túnel estreito e rígido formado por ossos e ligamentos, e encontra-se entre o antebraço e a mão. Pelo seu interior passa o nervo meridiano, que controla as sensações e os impulsos de movimento de alguns músculos da palma da mão, polegar e dedos, exceto o mindinho. Também é o conduto por onde passam vários tendões que controlam o movimento da mão: quatro tendões do músculo flexor comum superficial dos dedos da mão, quatro tendões do músculo flexor comum profundo dos dedos da mãe e o tendão do músculo flexor longo do polegar.

tunel carpiano Quando algo estraga o movimento dentro deste túnel, normalmente ao nível do pulso, como a presença de líquido ou uma inflamação do tendão, o nervo fica preso e esmagado o que provoca dor e debilidade desde a mão até ao braço todo. Se bem que isto possa suceder de forma natural por mudanças hormonais ou por uma tendência genética a um túnel mais estreito que o habitual, por regra geral a inflamação e o esmagamento são causados por um esforço excessivo e má postura habitual do pulso.

No caso dos cabeleireiros e stylists, o síndrome costuma aparecer por uma postura forçada do pulso durante o trabalho diário, assim como pelo movimento repetitivo da mão e a pressão que exercem alguns instrumentos como as tesouras sobre a palma.

Como se reconhece o síndrome do Túnel Carpiano?

Os inícios de uma síndrome do túnel carpiano manifestam-se com cãibras e dormência progressivas das mãos, especialmente do polegar e dos dedos indicador e médio. Também aparece dor e falta de tato, como se as mãos fossem de cortiça. Outro sintoma muito comum é a sensação de ter a mão e os dedos inchados, ainda que não haja um inchaço visível. Muitos destes sintomas, ao princípio, aliviam agitando as mãos ou mudando a posição (por exemplo, levantando o braço).

À medida que a doença avança, a dor persiste e vai-se estendendo, subindo pelo antebraço até ao codo. Também começa a alterar-se o sentido do tato, notando dificuldades para distinguir, por exemplo, entre o frio e calor. Assim, a debilidade da mão dificulta certos movimentos delicados, como abotoar uma camisa ou até fechar o punho.

tunel carpiano Quando a doença já está muito avançada e se agrava, tornando-se crónica, o movimento do músculo pode chegar a atrofiar, impedindo a realização de tarefas manuais básicas como atar os sapatos, e diminui muito a força da mão.

Como se trata o síndrome do túnel carpiano?

As medidas a seguir quando se diagnostica um síndrome de túnel carpiano dependera de cada caso e do critério do médico. Por norma, existem três maneiras habituais de fazer frente a este problema:

  • Imobilização física. Com a ajuda de uma palmatória de descarga corrige a posição do pulso para descomprimir o nervo. No geral requer-se o apoio de medicamentos.
  • Medicamentos. Os anti-inflamatórios não esteroides são os mais utilizados para aliviar a pressão, como o ibuprofeno ou o naproxeno. Para casos mais agudos, recorre-se à injeção de corticoesteroides para aliviar os sintomas.
  • Cirurgia. Se o resto dos tratamentos não são eficazes, o corpo médico pode decidir atuar diretamente através de um procedimento cirúrgico para libertar o túnel carpiano, abrindo a palma da mão e eliminando aquele que o obstrui. Esta cirurgia é eficaz na maior parte dos casos, mas em ocasiões não consegue resolver o problema se a compreensão é muito grave ou pressionou o nervo durante demasiado tempo.

Como se evita o síndrome do túnel carpiano?

tunel carpiano É necessário manter sempre uma postura correta do pulso, sem forçar nem pressionar os tendões e os nervos. Para isso é essencial utilizar as ferramentas de trabalho adequadas, com um design que se adapte à mão e ao seu movimento, e juntando almofadas se detetamos mais pressão que a conveniente. Também é importante realizar descansos, relaxando as mãos e estirando as articulações em todas direções.

Se se encontram dificuldades para manter a posição mais saudável, se podem utilizar pulseiras e palmatórias corretoras que ajudem a fixá-la.

Antes e depois das tarefas laborais habituais, é conveniente fazer estiramentos para preparar e relaxar músculos e tendões, reduzindo assim o risco de lesão. Alguns exercícios que se podem realizar são os seguintes:

  • Flexiona os cotovelos e entrelaça os dedos das mãos à altura do peito (como se fosse rezar). Faz rotações de um pulso e outro. Repete 15 vezes para cada lado.
  • Apoia as mãos com força sobre uma superfície horizontal e plana como uma mesa, separando os dedos. Mantém durante 15 segundos.
  • Recolhe os dedos sobre a palma da mão, apertando de forma ligeira. Mantém durante 15 segundos.
  • Com uma mão, estica cada dedo da mão contrária suavemente. Mantém durante 2 ou 3 segundos com cada dedo. Pode estalar mas é normal, mas não forces o dedo estalado.
  • Roda cada dedo suavemente em ambas direções. Repete 10 vezes em cada direção e com cada dedo.
 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Enviar a un amigo
  • Compartir en WhatsApp
Subscreve a newsletter da Beautymarket Informa.

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.