Política de cookies: Utilizamos cookies propias y de terceros para mostrarle publicidad relacionada con sus preferencias según sus hábitos de navegación. Si continúa navegando consideraremos que acepta su uso. Puede cambiar la configuración u obtener más información aquí. 

Aceptar

STEINHART - Novo frisador profissional AUTO-FRIZZ
PERFECT BEAUTY - Descarrega aqui o catálogo Perfect beauty 2018
PERFECT BEAUTY - Descarrega aqui o catálogo Perfect beauty 2018
DORLEAC PROFESSIONAL - Lábios sedutores, bonitos e perfeitos
BM Cabeleireiro > Cabeleireiro > Orlando Pita

Cabeleireiros famosos

Orlando Pita, o cabeleireiro que todas as celebridades querem

De origem cubana e residente em Nova Iorque, onde chegou ainda criança, Orlando pita passeia entre celebridades e pisa todas e as melhores passerelles do mundo, sem exceção. Assim é esta estrela da arte do cabelo


16/11/2017

Que Orlando Pita é o "cabeleireiro das estrelas", por esta altura, todo o mundo o sabe. Mas quiçá, e apesar de ser assíduo no backstage das passerelles mais icónicas do planeta, a maioria desconhece quem é realmente, quem foi e a que aspira no futuro Orlando Pita, apesar de tê-lo conseguido já quase tudo. De onde vem, a onde vai, e que armas utilzia para elevar a sua profissão à categoria de alta costura. Um dos poucos profissionais do cabeleireiro atual, pode-se contar pelos dedos de uma mão, imprescindíveis em plateaus, produções e desfiles das melhores e mas exclusivas marcas de vestir, maquilhar, os complementos e a indústria da moda em geral.

A biografia desta star do sistema, que o mesmo penteia Madonna que se ver com Kate Moss, ou decide, uma tarde qualquer, somar followers e likes no Instagram e ouras redes sociais com Gwineth Paltrow, Cameron Diaz, Kate Winslet ou Natalie Portman, assíduas aos seus pentes, estamos por isso seguros, merece ser revisada e retratada.

Orlando Pita

Estrela do cabeleireiro

A história de Orlando é, e não podia deixar de ser, a de uma própria celebrity, desta vez de cabelo elevado à categoria de arte. Sim, vamos deixar de lado a sua qualquer polémica campanha, como embaixador da marca Tresemmé onde anunciava produtos e serviços específicos do salão de cabeleireiro que de podiam adquirir no supermercado a preços muito baixos, porque, reconheçamos, não é o primeiro que o faz, nem será o último; de exemplos estamos cheios. Contraditório, não menos o lema da mesma "Cabelo perfeito de cabeleireiro sem pagar uma fortuna", se tivermos em conta que nos inícios da década de 2000 Orlando Pita saltava à palestra ao cobrar nada mais nada menos que 800 dólares por um corte no seu salão, situado num dos bairros mais cool de Nova Iorque da atualidade, Tribeca. Isso sim, 800 dólares e no mínimo 80 minutos de trabalho.

Nós, pessoalmente, decidimos perdoar-lhe esse borrão da sua, por outro lado, impoluta biografia, não por nada sinceramente, mas porque deixamos impresso na memória pelos séculos e séculos o cabelo feroz e sem semelhança de Carrie Bradshaw, Sara jessica Parker, em Sexo e a Cidade. Cremos que nenhum outro o tenha conseguido, pelo menos de forma igual. Como também são muito poucos os elegidos para contar como aliados com a lente e olho inequívoco de Mario Testino que retratou, e continua a fazê-lo fotograma a fotograma muitas das suas criações mais explosivas.

Durante mais de duas décadas, Orlando ocupou as listas das personagens mais influentes de um esfera até certo ponto intocável.

E mais. Na Fashion Week de Nova Iorque, Orlando Pita voltou a ser embaixador da marca, coordenando-se com os melhores estilistas. Porque a sua lista de acólitos é longa. Orlando Pita e Chris Neil, nesta ocasião, destacaram na edição 2017 da Fashion Week pelo que chamaram "o (des)penteado fácil de fazer e usar. Arcos destruturados, cabelos curtos, wet looks e cabelos naturais". A tendência aponta a "potenciar o movimento natural do cabelo, destacando o corte, as ondas e até o frizz".

O importante, no fim, é "potenciar o cabelo de cada mulher". E esse foi o espirito que passou para as passerelles de Misha Nonoo, Kate Spade, Jason Wu, Monse, Carolina Herrera, Oscar de la Renta e Rag & Bone, "onde as modelos cada vez menos usam penteados iguais para ressaltar as características que fazem o cabelo único".

Orlando Pita

De Cuba à Big Apple

Orlando Pita, de origem cubana, converteu-se muito cedo num dos elegidos da Big Apple, a qu chegou ainda em criança, para representá-la e deixar claro que isso do sonho americano não é apenas algo de filme, mas que por vezes ocorre. O que não sabemos ainda é que quantos num milhão o conseguem. Por isso, Orlando demonstra que o seu valor adicionado, um "Saber Fazer" (Know How) que outros não têm.

Como todo o bom profissional cabeleireiro que se preze, o de pentear, foi-lhe dado nos genes. "Já cortava o cabelo ao meu irmão quando éramos pequenos", confessou em várias ocasiões. "Com os anos, o meu irmão converteu-se em fotógrafo. Eu ia com ele e cortava o cabelo a todos o que deixavam". O que chegou depois foi uma procura, a viagem pessoal de Pita, adereçado com algumas notas latinas nas que o impulsivo e criativo se antepunha e antepõe a qualquer outra premissa ou standard. Optou primeiro pelas finanças e inversões da bolsa, nada estranho se a 5th Avenue as tem a um passo. Uma etapa que depois de um tempo decidiu colocar um ponto final, para fazer do cabelo o seu objetivo e única paixão.

Alta-costura do cabelo

As crónicas o chamam de "força impulsionadora da moda e beleza". Durante mais de duas décadas, Orlando ocupou as listas das personagens mais influentes de uma esfera até certo ponto intocável. Porque este génio do cabelo não é apenas um artista da tesoura e o tratamento da cor. A sua experiência vital coloca-o de frente com os "editoriais experimentais", alcançando imagens da beleza feminina inauditas. A sua contribuição ao espetáculo da alta costura e o prêt-à-porter é qualificada pelos críticos de "prominente".

A incessante investigação de Pita acerca das texturas e qualquer rama da arte que esteja ou possa estar em relação como cabelo nos deixaram algumas das passagens mais importantes da história do cabeleireiro e a sua vertente dedicada à moda.

É um dos poucos profissionais de cabeleireiro atual imprescindíveis nos plateaus, produções e desfiles das melhores e mais exclusivas marcas de vestir, maquilhagem, complementos e indústria da moda em geral.

Na sua história fica gravado o penteado que confecionou em 2006 para Christian Dior num impressionante desfile inspirado no Egito. Nesse mesmo ano ganha Cooper-Hewitt do National Design Triennial: Design Life Now. Um prestigioso prémio codiciado internacionalmente, na busca dos desenhos americanos mais inovadores, em qualquer esfera, seja mobiliário ou escultura, publicidade, merchadising..., passando por dezenas de manifestações. Orlando Pita converte-se no primeiro cabeleireiro a receber este galardão.

Pita é incombustível. A sua extensíssima biografia inclui outras piscadelas e reconhecimentos de natureza distinta. Aqui destaca-se a sua intervenção como estrela convidada na série de tv Sex and the City, todo um clássico nos EUA e por onde só passam os melhores.

De Pita pode-se dizer tudo isto e mais. Criou looks para Michael Kors, Versace, YSL, Prada, Valentino, Dior, John Galiano, Derek Lam, Tom Ford, Fendi, Vera Wang e outros mais. Os trabalhos de Pita criam tendência e dão lições. Os mesmos são publicados habitualmente nas edições italiana, francesa e americana de Vogue, Allure ou W. Cola-se sem fazer ruído nos plateaus de Richard Avedon e Irving Penn ou Steven Klein e o que já foi citado Mario Testino, sendo um habitual dos seus estúdios e decorações. Sem ele, nada seria o mesmo.

Todos seguem Orlando Pita

As celebrities não só o seguem como também o resto dos mortais que querem saber sobre styling de penteado, que lhe pedem opiniões e conselhos.

Gwyneth Paltrow, uma das suas mais fiéis clientes e amiga, afirma no seu blog: "Tive a sorte de trabalhar com Orlando desde que tinha 20 anos. Desde aí sinto devoção por ele".

A incessante investigação de Pita acerca das texturas e qualquer ramo de arte que esteja ou possa estar em relação com o cabelo nos deixou algumas das passagens mais importantes na história do cabeleireiro.

"Pessoalmente tento sempre que as mulheres se animem a ser mais atrevidas e que experimentem coisas com o cabelo. Digo-lhes que não se passa nada: se se corta, cresce", comenta Orlando Pita. Ainda que também confessa que gosta sobretudo de "cabelo longo e a trança".

Orlando Pita, nova-iorquino de fama internacional, mas sempre com o ar latino que o caracteriza, fez história, história de cabeleireiro, e continua a fazê-la. Poucos como ele souberam captar e oferecer tudo o que necessitam as "estrelas" e celebrities do século XXI. E poucos também como ele que saibam dominar cada detalhe dos backstages mais importantes do planeta.

Orlando Pita, promete e muito. O seu salão, chamado Orlo, no distrito de Tribeca em Nova Iorque, continua a ser visitado pela alta sociedade da Big Apple, e as mulheres mais giras e famosas. A sua carreira incombustível e a sua característica criatividade parecem ser inesgotáveis. Assim é e assim promete a continuar a ser o cabeleireiro das estrelas...

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Compartir en WhatsUp
Subscreve a newsletter da Beautymarket Informa.

 

SALÓN LOOK - International Imagen and Integral Aesthetics Exhibition
SALÓN LOOK - International Image and Integral Aesthetics Exhibition
SALÓN LOOK - International Image and Integral Aesthetics Exhibition
STEINHART - Novo frisador profissional AUTO-FRIZZ
PERFECT BEAUTY - Descarrega aqui o catálogo Perfect beauty 2018
PERFECT BEAUTY - Descarrega aqui o catálogo Perfect beauty 2018
PERFECT BEAUTY - Descarrega aqui o catálogo Perfect beauty 2018
PERFECT BEAUTY - Descarrega aqui o catálogo Perfect beauty 2018