Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Forte Pro 2020L - Secador ultraligeiro, potente, eficiente

Artigos técnicos

Seborreia, um problema que pode ser controlado

Existem certas complicações capilares que temos de tratar corretamente. Uma delas é a seborreia. Vamos tentar explicar o que é, como aparece e como tratá-la


21/01/2024

seborreia A seborreia ou dermatite seborreica é um distúrbio funcional das glândulas sebáceas, especialmente as do couro cabeludo, que produzem uma hipersecreção de gordura (segregam mais sebo do que precisam para manter o equilíbrio hidrolipídico). É um dos principais problemas capilares e um dos que mais incomoda os nossos clientes, mas é facilmente controlável se soubermos como tratá-lo . Como sempre, temos de dar um diagnóstico inicial preciso para travar este problema. Sendo uma patologia dermatológica e não apenas um problema estético, terá de ter um tratamento adequado.

As glândulas sebáceas

Elas estão localizadas na derme e são formadas por células repletas de lípidos, incluindo gordura. A função do sebo é lubrificar, dar brilho e proteger a superfície da pele e a sua secreção é contínua.

As glândulas sebáceas estão localizadas em toda a pele, exceto nas palmas das mãos. Dependendo da área do corpo, variam em tamanho e número, sendo a cara e o couro cabeludo as zonas onde são maiores e mais numerosas. Às vezes dão origem a quistos quando um folículo piloso obstrui o canal da glândula.

Diferença entre a seborreia, dermatite seborreica e hiperseborreia

As glândulas sebáceas Apesar de estarmos sempre a falar de um mau funcionamento das glândulas sebáceas, temos de saber diferenciá-las  para providenciar um tratamento mais eficaz. A diferença entre a seborreia e hiperseborreia é que, enquanto na primeira as glândulas sebáceas produzem mais sebo e aparecem dois dias após a lavagem do cabelo, a hiperseborreia ainda produz mais sebo e surge logo após um dia da lavagem do cabelo. 

A diferença entre estas duas e a dermatite seborreica é que, as primeiras resultam da secreção excessiva de gordura, enquanto a dermatite seborreica é consequência da secreção excessiva acompanhada pela inflamação do couro cabeludo e outros problemas de pele, tais como vermelhidão, comichão e ressecamento.

Diferença entre a caspa e a seborreia

Embora às vezes possam ser confundidas pois podem aparecer ao mesmo tempo, a caspa representa o conjunto de escamas brancas formadas no couro cabeludo, enquanto a seborreia surge como um óleo gorduroso. Na caspa não há inflamação enquanto na seborreia pode haver. Além disso, a caspa é uma infeção capilar generalizada enquanto a seborreia é um distúrbio funcional das glândulas sebáceas . A caspa surge apenas no couro cabeludo enquanto a seborreia pode ocorrer noutras zonas do corpo.

Os sintomas da seborreia

sintomas da seborreia Primeiro há um excesso de gordura que se manifesta no couro cabeludo ou em outras zonas do corpo. À medida que vai segregando mais sebo a gordura é espalhada por todo o cabelo e não permanece apenas na raiz. Devido ao efeito do excesso de sebo, os cabelos ficam oleosos, brilhantes, pegajosos e difíceis de pentear.

Caso se transforme em dermatite seborreica, pode produzir:

  • Excesso de gordura.
  • Escamas (descamação).
  • Vermelhidão do couro cabeludo.
  • Prurido.
  • Eritema.
  • Perda de cabelo.
  • Mau cheiro.

Consequências da seborreia

Além de irritação e inflamação, pode acelerar a perda de cabelo e causar graves lesões no couro cabeludo. Também está demonstrado que causa distúrbios psicológicos que afetam a autoestima. A seborreia dá uma aparência de falta de higiene, de cabelo sujo o que causa uma sensação desagradável.

Causas da seborreia

Muitas vezes, as causas exatas do aparecimento de seborreia são desconhecidas e podem ser causadas por vários fatores:

  • Hormonas (a testosterona, por exemplo, estimula a atividade das glândulas sebáceas).
  • Fungos (especialmente o chamado Malassezia ).
  • Stress e nervosismo.
  • Consumo de tabaco.
  • Consumo de álcool.
  • Consumo de alimentos ricos em gordura ou hidratos de carbono (em dietas desequilibradas).
  • Prática de desporto.
  • Climas quentes.
  • Produtos impróprios para o cabelo (shampoos excessivamente desengordurantes).
  • Contaminação e poluição ambiental (atuando como agravantes).
  • Deficiente higiene capilar.
  • Tratamentos medicamentosos tais como os antibióticos.
  • Doenças neurológicas, tais como a doença de Parkinson ou epilepsia, ainda que se desconheça o motivo do aparecimento da dermatite seborreica nestes pacientes.

Tratamento da seborreia capilar

Tratamento da seborreia capilar Antes de fazer um tratamento para eliminar a seborreia, temos de fazer um diagnóstico eficaz para saber se é seborreia, dermatite seborreica ou hiperseborreia.

O objetivo do tratamento deve ser eliminar o excesso de gordura, mas não eliminar totalmente os lípidos presentes no couro cabeludo. Trata-se de controlar a secreção sebácea e deixar o cabelo limpo.

A melhor coisa para combater a seborreia é  lavar com a frequência  necessária e usar um shampoo adequado. Podemos usar shampoos ou outras soluções que tenham agentes desengordurantes suaves, que permitam eliminar o excesso de sebo e manter a secreção regular. Se a seborreia for acompanhada de caspa, podem utilizar-se produtos como o cetoconazol, ácido salicílico, sulfureto de selénio, piritio de zinco, alcatrão de carvão ou outras substâncias com propriedades antifúngicas . 

Se, no entanto, for acompanhada por perda de cabelo, o tratamento deve ser feito em conjunto com os tratamentos para a alopecia. No caso de dermatite seborreica grave, enviamos o nosso cliente ao dermatologista para um tratamento adequado com isotretinoína ou outras drogas.

Prevenção da seborreia

É difícil dar conselhos acerca de como  prevenir a seborreia quando ainda não se conhecem as causas que podem desencadear um excesso de segregação de sebo. Em qualquer caso, devemos manter a higiene adequada do couro cabeludo, seguir uma dieta equilibrada e evitar, tanto quanto possível, situações estressantes. Também é aconselhável não usar shampoos ou produtos impróprios para o nosso tipo de cabelo.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Enviar a un amigo
  • Compartir en WhatsApp
Subscreve a newsletter da Beautymarket Informa.

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Forte Pro 2020L - Secador ultraligeiro, potente, eficiente

Anúncios de empresa

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.