Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

GH - GALLERY HAIR: A revista profissional de uso e consulta em Salões de Cabeleireiro
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness

SAÚDE CAPILAR

Um sexteto infalível para manter o cabelo saudável durante a gravidez

Quanto mais sabermos, melhor! Em todos os âmbitos, em todos os campos… Aqui estão os seis conselhos que um profissional de cabeleireiro deveria saber para indicar à sua cliente como manter o cabelo bom durante a gravidez


11/02/2020

O que ocorre durante a gravidez com o cabelo? Talvez já investigaste ou talvez não, pelo que te vamos contar e dar uma vista de olhos e rever fundamentos.

Duranta a gravidez, assim, as mudanças hormonais propiciam algo que habitualmente e curiosamente não acontece, e é que favorecem o ciclo de crescimento capilar e atrasam a fase de queda, ou seja, o cabelo continua a crescer e não cai, como acontece normalmente.

Um cabelo hidratado mantém a humidade da fio e tem mais possibilidades de conservar o brilho e evitar a rutura e o encrespamento.

Mas nem todas as mulheres vivem a gravidez e os seus efeitos da mesma maneira. Algumas notam como o seu cabelo está mais forte e com volume. Outras, até experimentam uma mudança de textura fazendo com que o cabelo encaracolado se torne liso ou vice-versa. Mas nesta explosão hormonal que se produz na mulher grávida, também se dá o caso de mulheres que não observam mudanças nenhumas.

Em qualquer caso, os especialistas coincidem. Não é de mais observar uma série de cuidados como norma geral durante este período da vida da mulher que alcança os nove meses, nove meses de transformação que repercutam na pele e cabelo.

Assim, Valeria Costa, especialista em recuperação capilar de Aquarela Peluqueros, recomenda adotar uma série de cuidados capilares para atrasar as mudanças hormonais e, o que é mais importante, recuperar todo o esplendor do cabelo depois do parto.

Um guia de conselhos que o profissional cabeleireiro há que ter sempre à mão para poder facilitar a sua cliente.

Guia de cuidado durante a gravidez

Trata-se de:

Máxima hidratação. Um cabelo hidratado mantém a humidade do fio e tem mais possibilidades de conservar o brilho e evitar a rutura e o encrespamento. Para isso é essencial utilizar produtos capilares sem sal porque este ingrediente resseca o cabelo, alcançando o efeito contrário. Além disso, uma vez por semana aconselha-se aplicar uma máscara hidratante para que o cabelo absorva todos os seus nutrientes.

Óleo de jojoba para nutrir. Graças à sua altíssima concentração em ceramidas (um tipo de lípidos que mantêm a hidratação) este óleo é muito eficaz para lutar contra a caspa, evitar o encrespamento e dar a nutrição necessária que previna a descamação. Pelas suas propriedades orgânicas, o óleo de jojoba não é tóxico e não provoca alergias. Além disso, é muito rico em nutrientes e vitamina E, fundamentais para que o cabelo cresça forte, saudável e hidratado.

O couro cabeludo é a chave. Se a raiz onde nasce o cabelo não está limpa é impossível que cresça porque a sujidade (poluição, células mortas, restos de produtos...) se o impede. A solução é uma Oxigenação Capilar para descongestionar e oxigenar a raiz provocando a regeneração celular e o crescimento de um cabelo novo muito mais bonito e forte.

A queda do cabelo depois de dar à luz é inevitável e normalmente produz-se de forma brusca e repentina. E ainda que regra geral se trate de uma queda temporal, o ideal é que seja tratada, para evitar qualquer susto.

Coloração, sim ou não? As tintas permanentes são normalmente contraindicados por causa do amoníaco. Antes de deixar que o cabelo se apague, uma alternativa são as tintas vegetais, ainda que devemos prestar atenção ao produto eleito e rever exaustivamente a etiqueta para nos assegurarmos de que não contém ingredientes prejudiciais.

Alopécia pós-parto. A queda do cabelo depois de dar à luz é inevitável e pode produzir-se de forma brusca e repentina. E ainda que regra geral se trate de uma queda temporal, o ideal é que seja tratada, para evitar qualquer susto, com tónicos capilares alogénicos que ativam a circulação de sangue e nutrem o couro cabeludo. Além disso, a toma de ferro e ácido fólico também é importante para fortalecer a fibra capilar.

Tratamentos capilares. "O ideal é reduzir o uso de pranchas, secadores e descartar por completo processos agressivos como permanentes ou desfrizagens", na opinião de Valeria Costa. Isso sim, "há tratamentos naturais como o Alisamento Brasileiro Orgânico de Aquarela Peluqueros totalmente compatível com a gravidez pela sua formulação de aminoácidos, extratos vegetais, óleos amazónicos e colagénio, que deixa um cabelo resplandecente", conclui esta profissional do cabelo.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Compartir en WhatsApp
GH - GALLERY HAIR: A revista profissional de uso e consulta em Salões de Cabeleireiro

 

EXPOCOSMÉTICA 2020 - Del 25 al 27 de abril - Exponor - Feira Internacional de Porto
GH - GALLERY HAIR: A revista profissional de uso e consulta em Salões de Cabeleireiro
GH - GALLERY HAIR: A revista profissional de uso e consulta em Salões de Cabeleireiro
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.