Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
SALÓN LOOK - Look to the Future - Professionals Meetings

MERCADOS

A loja física continua a ser rainha das compras por impulso

A incorporação de especialistas para gerar credibilidade supõe uma oportunidade considerável e pouco explorada pelas empresas, a exceção de farmácias e centros de beleza que o utilizam para promover as compras impulsivas


14/12/2019

Ainda que os consumidores descubram novos produtos no canal online, continuam a eleger os descontos e as promoções da loja física para decidir a sua compra não planificada.

Assim se desprende como principal conclusão do relatório Rentabilizando las compras por impulso en produtos de consumo 2020, realizado por Geobolink, a plataforma de Location Management – gestão de localizações – para retail, grande consumo e Real State.

A maioria dos consumidores (59%) descobre novos produtos enquanto navega por sites online. Porém, no que respeita à decisão final, a Internet foi o meio menos eficaz para gerar compras impulsivas, já que apenas 22% dos participantes na pesquisa selecionaram esta opção.

A loja física continua a reinar quando se trata de comprar impulsivamente. 65% dos inquiridos afirmou que as promoções em lojas e os descontos são os principais estímulos das compras não planificadas.

A incorporação de especialistas para gerar credibilidade supõe uma oportunidade considerável e pouco explorada pelas empresas. A exceção está nas farmácias e centros de beleza, formatos de eficácia crescente na hora de promover as compras impulsivas. Assim, ambos tipos de estabelecimentos alcançaram o terceiro lugar (15%) como os espaços preferidos para compras não planeadas de artigos de cuidado pessoal, sendo superados apenas por supermercados (72%) e centros comerciais (29%).

A loja física continua a reinar quando se trata de comprar impulsivamente. 65% dos inquiridos afirmou que as promoções em lojas e os descontos são os principais estímulos das compras não planificadas.

A geração millennial é a que mais compra de forma impulsiva. Tanto é assim, que 7% reconheceu ter comprado mais de 11 artigos sem planificação prévia durante a última semana. Este resultado sugere que aquelas marcas que queiram aproveitar esta tendência e conectar-se com este grupo demográfico, têm a grande oportunidade de gerar mais “talões impulsivos” através da venda cruzada.

Resultados chave na hora de desenhar uma estratégia de canal de impulso com grandes oportunidades em cinco categorias segundo Geoblink: alimentação, bebidas, moda, cuidado pessoal e acessórios eletrónicos.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Enviar a un amigo
  • Compartir en WhatsApp
Recebe-a totalmente grátis todas as semanas no teu correio eletrónico!

 

GH - GALLERY HAIR: A revista profissional de uso e consulta em Salões de Cabeleireiro
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness