Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
EXPOCOSMÉTICA 2020 - Del 25 al 27 de abril - Exponor - Feira Internacional de Porto

TÉCNICOS

Como regenerar a pele durante o inverno

Pela mão de profissionais vemos de que maneira o frio incide na nossa pele e a influencia, e como pôr-lhe um travão


04/03/2020

Iniciamos um novo ano e também uma nova pele. Assim, devemos cuidar dela para que se possa regenerar o mais natural possível, e claro, durante o inverno, costuma-se sofrer mais.

Pela mão de profissionais vemos de que maneira o frio incide na nossa pele influenciando-a e como colocar um travão.

De que maneira o frio estraga a pele?

“O frio faz com que haja menos fluxo sanguíneo nos nossos capilares dérmicos pelo que chega menos alimento às nossas células. Também sofre a mudança drástica com calor dentro dos lares ou trabalhos e isso faz com que se volte a dilatar os capilares bruscamente. Isto faz com que apareçam vermelhidões, eczemas, mudanças na derme engrossando-a, a pele fica mais espessa...", responde Laura Parada, diretora técnica de Slow Life House.

Depois de uma época de eventos

E isto somando que vimos também de uma época de comida nada saudável e abundantes com muitos eventos. "E isto afeta irremediavelmente a saúde da nossa pele, que começa a debilitar-se, mostrando-se mais cansada e com menos brilho. Quando no nosso organismo se produz um pico de açúcar desencadeia-se um processo que deriva em inflamação, e esta acaba por afetar os nossos órgãos e, entre eles o mais extenso de todos, a pele. Causa vermelhidões, comichões e erupções", opina Carmen Díaz, diretora do centro de estética Germaine de Capuccini Goya.

Isto sem esquecer o consumo de tabaco e álcool que fazem com que a pele produza menos colagénio, desidrate e inche, segundo a profissional.

CONTRASTE DE TEMPERATURAS.
A descida e contraste de temperaturas, no inverno, além de baixar as nossas defesas, provocam danos na pele, como a secura, vermelhidões ou a perda de luminosidade. "Ao submeter os nossos vasos sanguíneos ao contraste de calor e frio, expandem-se e provocam mudanças na derme", explica Carmen Díaz.

PELE SECA E SENSÍVEL.
O resultado é, tal como indica Paola Gugliotta, fundadora de Sepai e mestre em Dermocosmética, que o frio 'queima' a superfície da pele e sente-se mais seca, sensível, vermelha e em alguns casos áspera. "Também atua em camadas mais profundas criando um alarme e obrigando a pele a gerar, em alguns casos, anticorpos para a proteger do 'ataque' externo".

Hidratação e limpeza, bases para regenerar a pele

As profissionais coincidem em assinalar que uma boa hidratação e máxima limpeza facial são as bases para que a pele volte a respirar em épocas de frio. "Devemos ser constantes com a limpeza facial, que deve ser realizada pela manhã e pela noite e é recomendável fazê-lo com produtos que não contenham álcool. Além disso, com maquilhagem ou sem ela, a limpeza do rosto diária é completamente necessária", aponta Carmen Díaz.

Outra forma é utilizando máscaras superportetoras e lipídicas que forneçam uma barreira de proteção, evitando que o frio extremo "queime e desidrate" a pele, destaca Paola Gugliotta.

Carmen Díaz também recomenda a exfoliação: depois dos excessos, a exfoliação da pele da cara é vital para acelerar o processo de regeneração das células e recuperar a luminosidade. Convém realizar uma exfoliação uma ou duas vezes por semana. E mantendo rotinas de sono e de alimentação saudáveis: "dormir 7-8 horas por dia e seguir uma dieta rica em vitaminas e minerais".

As profissionais coincidem em assinalar que uma boa hidratação e máxima limpeza facial são as bases para que a pele volte a respirar em épocas de frio.

DIVERSOS TRATAMENTOS:

» Enquanto que desde a Slow Life House destacam a realização, de forma periódica, de tratamentos faciais que hidratam e recuperem o tecido e que combinem técnicas manuais e aparelhos, "já que como há menos sol há muitos tratamentos que são ótimos nestas datas para melhorar a qualidade da pele: mesoterapias, peelings químicos, laser, radiofrequências, ultrassons, etc".

» Em Germaine de Capuccini Goya destacam o tratamento Timexperts de Vitamina C pura aplicada diretamente sobre a pele do rosto. "É o iluminador mais potente, alcançando resultados imediatos e uma pele mais densa e tonificada. O ideal é submeter-se a 4 sessões de tratamento mas com uma obtém-se logo uma cara mais hidratada, confortável, com sinais de cansaço e linhas de expressão atenuadas".

» Laura Parada comenta, em cabine, o tratamento Beauty Atelier a cada dois meses, um ritual totalmente personalizado atendendo às necessidades específicas de cada pele.

Conselhos diários e semanais para cuidar da pele com frio

Uma rotina diária e semanal é muito importante. As especialistas dão conselhos sobre isto. Segundo Paola Gugliotta, devemos nutrir em profundidade a pele, oferecendo elementos gordos essenciais que vão ajudar a reconstruir a barreira lipídica que é a que ao final do dia nos vai proteger.

Pela noite aplicar cremes ou séruns com hialurónico para reforçar a hidratação e permitir a correta regeneração celular.

Laura Parada aconselha, em casa, a utilizar limpadores em creme ou leites já que os géis desengorduram em excesso e ressecam. "Tonificar para regular e refrescar, dar maior hidratação com soros ou séruns que nos colmatam as necessidades que queremos e depois cremes que selem e duram todo o dia".

A descida e contraste de temperaturas, no inverno, além de baixar as nossas defesas, provocam danos na pele, como a secura, vermelhidões ou a perda de luminosidade.

CUIDADO DIÁRIO.
Carmen Díaz responde que, pela manhã, devemos limpar a cara com produtos específicos sem álcool, enxaguar a cara com água abundante. Logo aplicar na cara o sérum e sobre este o creme para o contorno de olhos, que deve ser específico; depois a maquilhagem (mas lembra-te que quanto menos maquilhagem, melhor).

PELA NOITE.
Desmaquilhar e limpar os resíduos, retirar a sujidade com algodão limpo. Depois de limpar, enxaguar com água abundante. Aplicar o sérum e depois o creme específico de noite.

CUIDADO SEMANAL.
Explica que uma vez por semana convém aplicar um pequeno cuidado extra na pele, como uma máscara. A de vitamina C pura é simplesmente uma garantia ainda que testámos outras com efeito lift, anti-idade, etc.

CUIDADO MENSAL.
Uma vez por mês realizamos um tratamento ainda mais exaustivo da pele, então, “uma limpeza facial profunda profissional, extração de comedões, exfoliação, máscara, ativos e hidratação profunda com ajuda de aparelhos e técnica de massagem”, comenta Carmen Díaz.

Passo a passo para regenerar a pele

Paola Gugliotta, fundadora de Sepai e mestre em Dermocosmética, dá-nos um passo a passo para solucionar este problema:

  • No inverno é melhor não exfoliar, aplicar uma limpeza em óleo para desmaquilhar, aplicada com algodões, e seguir com uma limpeza em solução de sabão sem sulfatos.
  • De seguida aplicar um vial regenerante (podem ser glicosaminoglicanos), um sérum hidratante e um creme rico em nutrientes.
  • A cada dois ou três noites pode-se utilizar uma máscara nutritiva, apenas nas zonas que se ressecaram mais durante o dia, colocando especial atenção a zona do pescoço, que por estar coberto, tendemos a esquecer-nos dele, e é nestes meses quando mais se resseca devido à vermelhidão com a roupa e a falta de produtos.
 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Compartir en WhatsApp
Recebe-a totalmente grátis todas as semanas no teu correio eletrónico!

 

GH - GALLERY HAIR: A revista profissional de uso e consulta em Salões de Cabeleireiro
GH - GALLERY HAIR: A revista profissional de uso e consulta em Salões de Cabeleireiro
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness