Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

ALTER EGO ITALY - Made with Kindness
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness

MERCADOS

Consciente, solidário e sustentável, assim é o novo consumidor

A associação Nacional de Perfumaria e Cosmética (Stanpa) apresenta o relatório “O desconfinamento do consumidor Beauty” junto a Kantar, em que analisa os hábitos de consumo


24/07/2020

Stanpa apresentou o relatório "O desconfinamento do consumidor Beauty" juntamente a Kantar. No mesmo, analisou os hábitos de consumo em três fases: a etapa imediata o pós Covid-19, passando pela orientação do consumidor até a cosmética e o perfume, até chegar ao consumidor na 'na nova normalidade'. Trata-se de um estudo realizado sobre uma amostra de 5.567 consumidores e dos seus painéis de consumo beauty com mais de 20.000 consumidores. A primeira fase, “O comportamento do consumidor na saída do Covid-19” descreve um consumo consciente, solidário e sustentável.

Um consumidor beauty otimista com uma nova mentalidade

"A pandemia demonstrou a enorme capacidade de adaptação do conjunto da sociedade a um novo cenário volátil que modificou as prioridades e a forma de pensar em relação ao crescimento e ao desenvolvimento, o que impulsionou a sociedade a abrandar o ritmo de vida anterior de uma forma sustentável", assim o assinala Stanpa e o seu último estudo acerca do Consumidor pós Covid-19. Este instinto de proteção e a repercussão económica da crise sanitária marcam o consumo na fase de saída do Covid-19, determinado pela preocupação atual percebida, entre três em cada quatro consumidores, perante a possibilidade de um novo surto.

Os consumidores adotaram novos hábitos de consumo derivados do confinamento. O perfil do novo consumidor caracteriza-se pela responsabilidade, ainda que não chegue à metade dos que afirmam que pouparam mais que o habitual (44%), e praticará um consumo consciente, solidário e sustentável (CSS), preocupado pela sua saúde. O valor da higiene recuperou força nas nossas prioridades. Trata-se de um consumo e bem-estar, com propósitos como levar uma alimentação equilibrada (63%) ou praticar mais desporto (42%). Há uma grande consciência em que consumir é uma forma de ajudar e vê-se o consumo como algo solidário e de proximidade, ou seja, primando as lojas de bairro (56%) que são as que mais sofreram nesta crise. Além disso, o consumidor pós Covid-19 preocupa-se pelo meio ambiente (52%) e diz que praticará um consumo sustentável.

O consumidor elege compras planificadas (70%) e de proximidade (61%) e tenta comprar o máximo possível em cada ato de compra (43%) posto que é consciente de que irá menos vezes comprar (57%).

Em relação ao cuidado pessoal, o confinamento afetou a vontade de se cuidar, com um certo abandono da própria imagem. A média de compradores de produtos beauty é de 19.4 milhões, cinco pontos abaixo do número de consumidores em média em 2019, porém, observam-se sinais de recuperação rápida pois o talão médio vai-se recuperando passando de 7,4 euros no confinamento, até aos 7,6 euros atuais e com previsões de alcançar os 8,9 euros do ano passado. Além disso o consumidor vai controlar menos o gasto (41%) em produtos de cuidado pessoal e beleza do que fará noutras categorias em geral (44%).

Esta recuperação progressiva do consumo foi propiciada pelo caráter otimista dos espanhóis e da sociedade. 28% dos inquiridos mostram-se otimistas em relação à sua situação económica futura contra 37% do mesmo período em 2019. Um dado de esperança que se soma a que os consumidores habituais de beleza estão dentro do segmento de população que puderam manter os seus postos de trabalho (44,5%).

Em palavras de Val Díez, diretora geral de Stanpa "assistimos a números esperançosos que indicam uma recuperação progressiva do consumo de produtos de beleza, um setor que Espanha possui liderança internacional, está no Top 10 exportador mundial de produtos de beleza e em 2º de produtos. Apenas no último ano, o consumo de produtos de perfumaria e cosmética em Espanha aumentou uns 2,6% até alcançar os 8.200 milhões de euros. Nestas circunstâncias, o setor enfrentar o desafio de estimular o consumo e recuperar emoções. É o momento de nos asseguramos de promover atitudes positivas, manter a autoestima alta e retomar rotinas saudáveis de autocuidado pois o cuidado pessoal é um elemento imprescindível para a normalização social".

Compras mais planificadas e de proximidade

O consumidor propõe-se planificar as compras através da elaboração de listas da compra (70%), mostrando o seu lado mais racional. A recuperação do impulso e as emoções dormidas é um desafio também da nova etapa. A crise contribuiu a uma revalorização do tecido social de proximidade com os bairros, por isso o novo consumidor opta pela loja física, elege a compra de proximidade (61%), tentando comprar o máximo possível em cada ato de compra (43%) pois é consciente de que deverá ir menos vezes comprar (57%). Aquelas lojas com melhores promoções e descontos são as mais valorizadas (55%). O considerar o consumo como uma forma de solidariedade é um fenómenos muito relevante para a recuperação de uma economia muito danificada pelos encerramentos e manutenção dos postos de trabalho que no setor de beleza e cuidado pessoal supõem mais de 35.000 postos diretos e mais de 200.000 indiretos.

Depois do confinamento a maior parte do consumo deslocou-se fora de casa para dentro do lar, onde se aumentou 25%. A digitalização impregnou-se por obrigação, e experimentámos a facilidade para comprar a qualquer hora desde casa, com apenas um clique, unido a um aumento notável no uso diário de canais digitais (26%) e redes sociais (70%), o que duplicou o consumo através do canal online, ainda que não compense as perdas das vendas físicas.

55% dos espanhóis tem a intenção de voltar ao seu canal de origem, por exemplo, às perfumarias e quase a metade (43%) deseja ir a cabeleireiros ou centros de beleza e estética quando puderem.

O confinamento também transformou o padrão de consumo de meios por parte da sociedade. A televisão foi o meio elegido pelos espanhóis para se manterem informados. Desde que se decretou o estado de emergência, o consumo médio diário aumentou 38,5% e manteve-se estável até ao princípio de maio, coincidindo com a primeira fase de reabertura ou fase 0. A partir de então caiu 28%.

Pouco a pouco, voltamos às rotinas de consumo anteriores à pandemia

Com a reabertura, as perfumarias recuperam compradores que vão voltando ao seu canal de origem, a costa do Supermercado. A dermocosmética também aumentou a sua quota em relação ao ano passado (11%), e a sua penetração em 5,6%, sobretudo destacou o consumo de cosmética facial, cuidado do corpo, do cabelo e asseio. Depois os meses de confinamento em que se produziu de forma forçosa uma transferência de compras até os canais disponíveis, na situação atual 55% dos espanhóis tem a intenção de voltar à sua loja habitual para a compra de cuidado pessoal e beleza, colocando em valor a confiança nas recomendações de especialistas e assessores de forma personalizada.

Uma situação que se desenvolve em paralelo na volta ao salão de beleza. 43% deseja ir ao cabeleireiro ou centros de beleza e estética quando puderem. Isso sim, sob a correta aplicação de medidas de higiene e prevenção (74,7%) e das restrições de poupança (71,6%). O exemplo de responsabilidade dos salões ficou recolhido no Guia de Recomendações de Stanpa utilizada como referência básica, de cara com a recuperação da atividade dos cabeleireiros.

As estritas medidas de segurança do início foram evoluindo para se adaptar ao ambiente e ir recuperando a experiência de bem-estar e disfrute, e cabeleireiras e cabeleireiros voltam a ser os melhores confidentes e aliados para se sentirem seguros e bem cuidados. Uma nova forma de nos relacionarmos implica renunciar-nos a nós mesmos, por isso, o perfume, a beleza e o cuidado pessoal são elementos chave da volta à vida de uma sociedade saudável e feliz.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Enviar a un amigo
  • Compartir en WhatsApp
Recebe-a totalmente grátis todas as semanas no teu correio eletrónico!

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness
GH - GALLERY HAIR: A revista profissional de uso e consulta em Salões de Cabeleireiro