Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
BM Estética > Estética > Cosmética Bio

Artigos técnicos

Cosmética biológica, a aposta pelo verde e natural

A cosmética bio cresce a um grande ritmo, pois cada vez mais produtos deste tipo e aumentam também as lojas especializadas em oferecer soluções biológicas


01/01/2022

Cosmética biológica

Em prol de que o natural comporta sempre os melhores benefícios para a pele do utilizador, a cosmética biológica integra substâncias que têm uma maior afinidade com a composição bioquímica da nossa pele. E mais, muitas peles algo sensíveis requerem este tipo de cosmética por contar com uma combinação de ingredientes que não incorporam princípios ativos provenientes de animais, somente biológicos.

Origens da cosmética biológica

Falar destes cosméticos não é nada de novo. Na realidade, desde há séculos, quando já na antigo Egito se realizavam muitas práticas de beleza utilizando plantas e óleos essenciais para cuidar da pele, e na América, diversas civilizações como os aztecas, faziam maquilhagem de pigmentos de plantas. Logo, na época do renascimento este tipo de produtos também teve a sua importância, pois era nos conventos e mosteiros onde os monges criavam perfumes e sabões de azeites naturais, até chegar aos nossos dias, onde a beleza interior e exterior estão de mãos dadas para oferecer um bem-estar o mais natural possível.

Cosmética biológica

Propriedades e princípios

A finalidade desta cosmética é dupla porque respeita a pele e o meio-ambiente. Para que um cosmético seja biológico deve conter uma série de princípios e substâncias, e proteger o meio-ambiente desde que se fabrica, passando pela sua produção, embalagem e venda. Alem disso, deve contar com um selo de qualidade no recipiente de cada produto que certifica a sua qualidade biológica.

Neste sentido, uma das problemáticas do setor é a falta de legislação específica, a nível internacional, e há uma espécie de confronto entre os diferentes selos certificadores. Pelo que o setor pede uma certificação que possa unificar critérios.

Uma das propriedades mais destacadas dos tais cosméticos é que para elaborá-los não se podem utilizar matérias-primas de animais (menos a cera da abelha e a lanolina), de maneira que sempre se utilizam recipientes naturais, concretamente devem ser feitos com pelo menos 90% de ingredientes naturais, principalmente de plantas. São produtos sem óleos nem perfumes sintéticos, silicones, corantes, e não podem ser testados em animais. Têm ativos vegetais em cujos cultivos não se tenham utilizado pesticidas nem químicos.

Também devem garantir que ao elaborá-los não se tenham usado processos tecnológicos pouco recomendados, como a utilização de organismos modificados geneticamente (OMG), a nanotecnologia ou a irradiação.

Cosmética biológica

Vantagens da cosmética biológica

Como indicámos anteriormente, estes cosméticos adaptam-se melhor à pele de cada individuo e trabalham para regenerar a pele de forma eficaz. O efeito é também mais suave que outro tipo de cosmética e é especialmente indicada para as peles sensíveis, ao não provocar reações alérgicas graças a não apresentar conservantes nem compostos químicos, entre outros.

As mudanças na pele são visíveis num prazo entre 2 a 4 semanas. A diferença de outros cosméticos é possível que os resultados não sejam imediatos, mas serão para sempre já que a pele trabalha desde o interior e a reparação da cútis será desde as camadas mais internas. Estes produtos comportam uma depuração de toxinas sem igual e deixam uma pele mais suave e limpa. Além de poder identificar estes cosméticos rapidamente graças aos seus selos de certificação, há que destacar que o seu aroma não é nada forte, mas sim suave e floral.

Se bem que a caducidade é menos que a das grandes marcas, informa sempre a origem dos seus componentes. Nas suas aplicações, os géis, cremes e outros biológicos normalmente são aptos para todo o tipo de pele, idade e sexo, e oferece um nível de hidratação máximo graças a esta ação regeneradora tao eficaz. A rápida absorção da pele é outra das suas vantagens.

Ao serem elaborados com produtos naturais, especialmente essências, atuam sobre a epiderme melhorando a sua textura e intensificando a renovação celular. Entre os óleos essenciais encontramos o jasmim, eucalipto ou o sândalo. Aplicados sobre o cabelo, este ganha elasticidade, naturalidade e volume graças aos ingredientes que os champôs bio possuem como o mel, a calêndula ou a cerveja de Logona.

Quando falamos de cosméticos estamos também a incluir a maquilhagem, pois o biológico é também um dos que mais se vai utilizar no futuro. Ao serem os olhos uma das zonas mais sensíveis, os ápices dos olhos bio protegem esta parte sem utilizar fibras sintéticas, parafinas, silicones nem perfumes prejudiciais. A maquilhagem é formulada com plantas medicinais e encontramo-las em forma de lápis de olhos, batons, corretores, etc., de maneira a que não só embelezem o nosso rosto como também o tratem, nutrindo e hidratando a pele.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Enviar a un amigo
  • Compartir en WhatsApp
Subscreve a newsletter da Beautymarket Informa.

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.