Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
SALÓN LOOK - Salão Internacional da Imagen e da Estética Integral
SALÓN LOOK - Salão Internacional da Imagen e da Estética Integral
BM Estética > Estética > Germaine de Capuccini

EMPRESAS

Nova etapa na Germaine de Capuccini, até agora empresa familiar

Acon Investments, um gestor de fundos americano, e Torreal, a empresa de investimento da família Abelló, adquiriram 100% da fabricante de cosméticos de Alicante


14/03/2019

Germaine de Cappuccini não está mais nas mãos da família Vidal, fundadora da empresa há 50 anos. O fundo de investimento da família Abelló, com participação na Pepe Jeans, juntamente com a administradora Acon Investments, adquiriu a empresa de cosméticos de Alicante, o que levou à saída dos acionistas de quatro membros da família Vidal: Raúl, que possuía 32,5% das ações; e as suas primas María Ángeles Vidal e Isabel Vidal com 31,5% cada e Jesús Vidal, com os restantes 4,5%.

O novo acionista garantirá os valores da marca e a permanência da empresa nas instalações atuais, contando com a 'expertise' da equipa atual.

Raúl Vidal, até então presidente da Germaine de Capuccini, não se dissociará completamente do mesmo, já que aparecerá como assessor do conselho.

Expandir a expansão internacional da empresa

Embora os números para tal operação sejam desconhecidos, verificou-se que os novos proprietários manterão a atual equipe de gestão, liderada por José Giner, diretor geral da Germaine de Capuccini (GdC). Com essa aquisição de negócios, a Torreal e a Acon Investments pretendem promover a liderança da empresa por meio da inovação no canal profissional, basicamente centros de estética e beleza, estética médica e spas. Da mesma forma, a intenção é promover a internacionalização da empresa Alicante em países europeus, como Itália, Bélgica e Holanda, asiáticos e americanos, onde as empresas de propriedade da Aeon operam. No momento, nenhuma nova aquisição deve contribuir para o crescimento da Germaine de Capuccini, pelos novos proprietários. Atualmente, a GdC está presente em 25 países.

Um volume de negócios de mais de 30 milhões de euros

Ao longo de 2017, Germaine de Capuccini gerou 32 milhões de euros, 18% mais que no ano anterior. A empresa planeou uma faturação de 35 milhões de euros, 55% deles em mercados estrangeiros, durante o ano de 2018, embora esses números ainda não tenham sido divulgados. A compra da marca Ainhoa, no início daquele ano, poderia ter contribuído para esse suposto crescimento.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Compartir en WhatsApp
SALÓN LOOK - Salão Internacional da Imagen e da Estética Integral

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
SALÓN LOOK - Salão Internacional da Imagen e da Estética Integral
SALÓN LOOK - Salão Internacional da Imagen e da Estética Integral
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.