Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
EXPOCOSMÉTICA 2020 - Del 25 al 27 de abril - Exponor - Feira Internacional de Porto

NUTRIÇÃO

O especialista responde: lácteos, três vezes na tua dieta

Gregorio Vala, catedrático de Nutrição e Bromatologia da Universidade CEU San Pablo, explica algumas das chaves que fazem dos láteos um aliado natural de todos e máximo dos desportistas


20/03/2020

Proteínas de alto valor biológico, cálcio e fonte de hidratação. Assim são os láteos e assim nos explica o presidente da Fundação Espanhola da Nutrição, catedrático de Nutrição e Bromatologia da Universidade CEU San Pablo, e membro do Comité Científico do Programa Europeu de fomento do consumo de láteos lançado pela INLAC e a EU, Gregorio Varela Moreiras.

E não apenas isso, Gregório Varela diz que os láteos são um aliado imprescindível dos desportistas.

"Os láteos não podem faltar na dieta dos desportistas já que proporcionam proteínas de alto valor biológico, são fonte de cálcio e outros nutrientes de grande interesse, e também, no caso do leite, de hidratação", sublinham os especialistas como Gregorio Varela que colaboram na campanha de informação lançada pela Organização Interpessoal Látea (INLAC), com apoio da UE, que promove o consumo de pelo menos 3 láteos por dia.

No geral, os láteos têm um perfil nutricional equilibrado e o seu consumo leva um conteúdo moderado de hidratos de carbono, que têm como principal função o fornecimento energético. Riboflavina, niacina, vitaminas B12, A ou C, e minerais como potássio, zinco, fósforo ou iodo são alguns dos outros componentes que os láteos fornecem.

'As proteínas dos láteos têm alta qualidade biológica, ou seja, são altamente aproveitáveis para o fortalecimento e a manutenção da massa muscular', explica Gregório Varela Moreiras.

Moreiras recorda ainda que "os desportistas têm necessidades de alimentação especiais e que devem personalizar-se, sempre que seja possível".

Tal e como destaca o especialista, "as proteínas dos láteos têm alta qualidade biológica, ou seja, são altamente aproveitáveis para o fortalecimento e a manutenção da massa muscular". Os desportistas também devem ter um fornecimento adequado de cálcio e outros minerais e vitaminas. Neste sentido, o catedrático Gregorio Varela Moreiras remarca "o cálcio que os láteos têm é chave para manter uma boa estrutura óssea, render melhor na atividade desportiva e reduzir o risco de lesões. Igualmente, supõe uma garantia para a saúde óssea do desportista ao longo da sua vida".

"Os desportistas têm que cuidar sempre da sua hidratação e, neste sentido, o leite é muito recomendável para a recuperação, por exemplo", assegura.

"Depois de uma solução oral, o leite é a melhor opção para a hidratação do nosso organismo", acrescenta o catedrático. E durante a realização de atividade física produz-se uma maior perda de fluidos, por isso é tão importante a rehidratação.

O leite é composto 90% por água e tem proteínas e gorduras de digestão lenta que permitem a absorção de água e eletrólitos de forma constante no tempo. A isto soma-se que o lactosoro do iogurte, adicionalmente é uma fonte de proteínas benéficas para os desportistas. E o potássio, presente no leite, contribui para a manutenção da pressão arterial normal e as proteínas que contém, com todos os aminoácidos essenciais, contribuem para o aumento e conservam a massa muscular, em sinergia com a massa óssea, aspeto chave para os desportistas.

Lácteos, alimentos completos

Os produtos são alimentos muito completos, e um dos pilares nutricionais da alimentação para todas as idades. Apresentam uma grande variedade de nutrientes e um bom alcance de gordura, proteínas de alto valor biológico e hidratos de carbono, assim como de minerais e vitaminas. A sua variada composição, e alternativas e acessibilidade no mercado, converte-os numa oportunidade para cobrir as necessidades nutricionais dos diferentes grupos de população.

Numa dieta suficiente e equilibrada, os produtos láteos ajudam a garantir um desenvolvimento correto do individuo, porque fornecem uma grande variedade de macro e micronutrientes em relação com o seu conteúdo em calorias, ou seja, uma magnífica densidade nutricional. São alimentos especialmente ricos em proteínas, vitaminas e minerais que têm os produtos láteos faz com que se adaptem muito bem a todo o tipo de dietas e de pessoas com diferentes requerimentos nutricionais.

O leite é composto 90% por água e tem proteínas e gorduras de digestão lenta que permitem a absorção de água e eletrólitos de forma constante no tempo.

"Geração Látea", campanha co-financiada por fundos comunitários, difunde entre a população espanhola que os láteos, além de saborosos, são alimentos situados na base da pirâmide nutricional. Neste contexto, Geração Látea converteu-se em fornecedor oficial do Minimundial Endesa graças ao acordo alcançado entre a ACB e a INLAC, para apoiar os jovens talentos e fomentar hábitos saudáveis e o desporto.

Sobre INLAC.
InLac é a organização fundamental de interlocução e verberação entre os agentes da cadeia látea e constitui-se como o fórum estável de discussão entre os seus membros, respeitando os âmbitos de atuação próprios das organizações que a compõem.

 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Compartir en WhatsApp
Recebe-a totalmente grátis todas as semanas no teu correio eletrónico!

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
ALTER EGO ITALY - Made with Kindness