Política de Cookies: Usamos cookies próprios e de terceiros para mostrar publicidade relacionada às suas preferências de acordo com seus hábitos de navegação. Se você continuar navegando, consideraremos que você aceita seu uso. Você pode alterar as configurações ou obter mais informações aqui. 

Aceitar

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
BM Estética > Estética > Slow Life House

Saúde

Todos os segredos da massagem running

As massagens estão em voga. Em cada qual, segundo a sua maior necessidade de saúde ou beleza. Slow Life House desenhou uma massagem específica para corredores que previnem lesões e mitiga doenças


26/02/2018

A estética e a massagem dispõem de um grande número de possibilidades para tratar, acalmar e prevenir inúmeras patologias e necessidades. Hoje em dia, o denominado running impera. Todos sabemos também que as lesões e doenças que pode gerar a corrida. Slow Life House, medicina estética e bem-estar, apresenta-nos a sua Massagem Runner Recovery, especial para corredores. Uma massagem desenhada por profissionais desta técnica e da fisioterapia, à medida que o praticante de running para evitar as lesões mais frequentes entre os mesmos e mitigar doenças típicas, como isquiotibiais carregados, dores nas plantas dos pés ou tensão nos gémeos.

Específico para quem 'queima sapatilhas'

O running está na moda! Algo que no Slow Life House se vive no dia-a-dia: por isso, a sua equipa de fisioterapia e massagem criou um protocolo pensado de forma específica para todos aqueles que amam queimar sapatilhas.
Esta massagem está centrada na parte inferior do corpo e a cadeia posterior dos músculos, as zonas que mais sofrem durante a prática deste desporto.

A massagem Runner Recovery é um tratamento criado à sua medida para evitar lesões mais frequentes dos corredores e mitigar dores típicas, como isquiotibiais carregados, dores nas plantas dos pés ou tensão nos gémeos.

Apesar de muitos corredores não se tratarem até sentirem cãibras, dores ou desconforto, Fernando Tejero, fisioterapeuta de Slow Life House, recomenda fazer-se estas massagens de forma habitual para manter a forma dos músculos que mais trabalham durante as corridas, prevenindo assim dores e lesões futuras.

Músculos sobre os quais atua

  • Isquiotibiais: ao serem músculos de grande tamanho costumam ser propensos a tendinites e contraturas.
  • Gémeos: lacerações, entorses, contrações, cãibras, etc. É uma das zonas que mais sofre durante a corrida.
  • Sóleo: trata-se do músculo largo e grosso que está por baixo dos gémeos que pode provocar inchaços durante a corrida.
  • Adutores: os grandes esquecidos dos corredores, mas a acumulação de tensão nesta zona ao correr faz com que os isquiotibiais se sobrecarreguem.
  • Glúteos: frequentemente, o running produz o que se conhece com o nome de síndrome piramidal, uma dor nos glúteos que pode gerar espasmos em direção ao nervo ciático.
  • Fáscia plantar: a inflamação destas fibras que recorrem a planta do pé podem ser o pesadelo de muitos corredores. A massagem consegue que todas as fibras se distendam e voltem ao seu estado original.
  • Fáscia lata: a tensão acumulada neste músculo traduz-se em intensas dores nas laterais externas dos joelhos, assim como na inserção.
Fernando Tejero, fisioterapeuta de Slow Life House, recomenda fazer-se estas massagens de forma habitual para manter em forma os músculos que mais se trabalham durante as corridas, prevenindo assim dores e lesões futuras.

O especialista, Fernando Tejero explica também que em função das dores de cada paciente a massagem pode personalizar-se: "por exemplo, podemos tratar dos quadríceps ou os ombros se falamos de runners que tendem a tensar o trem superior ao correr. Este é apenas um caso, há outras possibilidades".

Quando

  • Antes de uma corrida: é perfeito para relaxar os músculos e favorecer a circulação sanguínea e linfática.
  • Depois de uma corrida: é perfeita para relaxar os músculos, eliminar a tensão acumulada, melhorar a circulação, ajudar a drenagem e a eliminação de toxinas.
  • Cada 10 dias: os runners habituais podem fazer esta massagem de forma habitual, incorporá-lo na sua rotina de exercícios, de forma que a massagem ajuda na manutenção da saúde dos músculos que tendem a sofrer.
 
Mais informação

  • Partilhe este artigo
  • Enviar a un amigo
  • Compartir en WhatsApp
Recebe-a totalmente grátis todas as semanas no teu correio eletrónico!

 

Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.
Grátis! Agora! Toda a atualidade no teu correio eletrónico de 15 em 15 dias. Subscreve.